ONG Parceira do PortoWeb

IGP entrega carteira de identidade a Peter Ho Peng, que teve cidadania cassada na ditadura militar

IGP entrega carteira de identidade a Peter Ho Peng, que teve cidadania cassada na ditadura militar

Peter Ho Peng, acompanhado do presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos, Jair Krischke, recebe nesta terça-feira (09) a Carteira de Identidade expedida pelo Instituto-Geral de Perícias do Rio Grande do Sul (IGP/RS), após 40 anos da cassação de seu RG e cidadania brasileira. O ato ocorre às 15h30, no Gabinete da Direção do Departamento de Identificação do IGP (Av. da Azenha, 255).

Ho Peng nasceu em Hong Kong, na China, em 1949, e veio para o Brasil em dezembro de 1950. Seus pais naturalizaram-se no início de 1960 e Peter teve seu certificado de naturalização cassado durante a ditadura militar. Por envolvimento no movimento estudantil, foi vítima de perseguição política, preso em 1971 e 1973, torturado, e depois expulso do país - foi viver na Flórida, Estados Unidos.

Com a naturalidade novamente reconhecida pelo Ministério da Justiça, por intermédio da Comissão de Anistia, Peter Ho Peng volta a ser um cidadão brasileiro, obtendo seu registro no Rio Grande do Sul, e tendo todos os seus direitos civis reconhecidos.

Texto: Assessoria IGP


Anterior || ... | 3 | 4 | 5 | 6 | Página 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | ... || Próxima

A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA