ONG Parceira do PortoWeb

TERÇA-FEIRA, DIA 30/08 – às 16:30hs - “DIA INTERNACIONAL DO PRESO POLÍTICO DESAPARECIDO” INAUGURAÇÃO DE PLACADO PROJETO MARCAS DA mEMÓRIA EM FRENTE AO ENTÃO CAIS DA VILA ASSUNÇÃO

TERÇA-FEIRA, DIA 30/08 – às 16:30hs -

“DIA INTERNACIONAL DO PRESO POLÍTICO DESAPARECIDO”

INAUGURAÇÃO DE PLACA EM FRENTE AO ENTÃO CAIS DA VILA ASSUNÇÃO.

Onde hoje funciona o Laboratório Central do Daer (próximo ao Corpo de Bombeiros)

Av. Guaíba, nº154 - Bairro Vila Assunção.

(confluência da Av. Pereira Passos + Praça Tabira)

CONVITE

                           Movimento de Justiça e Direitos Humanos, juntamente comPrefeitura Municipal de Porto Alegre, dando continuidade ao Projeto Marcas da Memória, convidam para a cerimônia que se realizará ndia 30 de agosto de 2016, (sexta-feira), às 16,30hs, “DIA INTERNACIONAL DO PRESO POLÍTICO DESAPARECIDO”, na calçada frente ao Cais da Vila Assunção, Av. Guaíba, nº154Na oportunidade haverá o descerramento da placa que assinalará o local que serviu de atracadouro aos barcos que conduziam à Ilha Presídio, aqueles que se opunham a ditadura.

A placaterá o seguinte texto: 

MARCAS DA MEMÓRIA

CAIS DA VILA ASSUNÇÃO

Sob a ditadura militar de 1964, neste Cais da Vila Assunção aportavam osbarcos que conduziram mais de uma centena presos políticos à Ilha Presídio. Pilotados pela Polícia Civil, com segurança da Brigada Militar e sob a inteligência do Exército Brasileiro, os prisioneiros iam e voltavam para interrogatórios e sessões de tortura no DOPS, até 31 de dezembro de 1972.

Descrição: Descrição: Descrição: Imagem inline 2

                    O Projeto Marcas da Memóriase propõem a formar a denominada cultura material de desvendamento da repressão, assinalando na paisagem urbana da cidade de Porto Alegre, locais que tenham servido como prisões ou centros de detenção, de tortura e de desaparecimentos de pessoas, tornando público que alí aconteceram graves violações aos direitos humanos. 

A solenidade contará com as presenças do Prefeito José Fortunati, da Secretária de Estado de Justiça e Direitos Humanos, senhora Maria Helena Sartori, direção do Movimento de Justiça e Direitos Humanos, ex presos políticos, vítimas da repressão e outros convidados. 

 

Att,

Jair Krischke - Presidente

Movimento de Justiça e Direitos Humanos


Anterior || 1 | 2 | 3 | Página 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | ... || Próxima

A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA