ONG Parceira do PortoWeb

Curicaca e Parque de Itapeva vão ao SAPIS apresentar o Plano de Uso Público (29/9/2017)

Planejamento colaborativo do Uso Público minimizando conflitos em um Parque. Esse é o título do trabalho que será apresentado pelo Instituto Curicaca e o Parque Estadual de Itapeva no VIII SAPIS - Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social - e no III Encontro Latinoamericano de Áreas Protegidas e Inclusão Social.


O evento vai ocorrer no Rio de Janeiro, entre os dias 18 e 21 de outubro e reunirá técnicos, lideranças comunitárias, gestores públicos e pesquisadores que atuam no tema vindos de todo o Brasil e de diversos países da América Latina. Considerado um dos eventos brasileiros mais importantes sobre áreas protegidas, destaca-se por agregar conservação e uso sustentável da biodiversidade. Provoca o debate e as trocas em estratégias socioambientais de conservação e também nas mais protetivas.

O artigo completo foi aprovado para apresentação oral no Grupo de Trabalho "Ecoturismo e uso público em áreas naturais protegidas". O trabalho foi realizado a muitas mãos com diversos técnicos da ONG, da Unidade de Conservação, do município de Torres, conselheiros, representantes de associações, lideranças, outros órgãos estaduais e federais. Só que o evento só permitia três co-autores, então todos serão representados por Alexandre Krob e Beatriz Aydos, do Instituto Curicaca, e Paulo Grübler e Danúbia Nascimento, do Parque Estadual de Itapeva/Sema-RS. A confirmação da ida dos gestores ao evento ainda aguarda liberação da Secretaria.

Leia o Resumo: O Parque Estadual de Itapeva, localizado em Torres, RS, foi criado em 2002 sob fortes conflitos de interesses. Na época, a justificativa para sua criação foi embasada na riqueza biológica e os biólogos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente apresentavam nas audiências públicas fotos de espécies ameaçadas que pouco convenciam. As reuniões públicas do processo foram bastante tensas e o Instituto Curicaca buscou, de outra forma, sustentar que a criação da UC traria benefícios sociais e econômicos para a comunidade. Usou como exemplo sua experiência nos Parques Nacionais de Aparados da Serra e Serra Geral, em Cambará do Sul, aonde conduziu um projeto de ecoturismo sustentável que ajudou na organização e qualificação dos moradores para atuar e beneficiarem-se de serviços oferecidos aos visitantes. Ali, os resultados socioambientais e de reconhecimento da importância das UC foram ótimos. Entretanto, no Parque de Itapeva isso demorava muito e os conflitos se acirravam. A ONG e o conselho conseguiram sensibilizar a gestão para elaborar um Plano de Uso Público. O Curicaca foi contratado para realizá-lo. Suas características mais relevantes foram o planejamento colaborativo com a sociedade, o intenso envolvimento do conselho da UC e uma estratégia com cenário misto de investimentos públicos e concessões em separado permitindo a inclusão da comunidade e empresários locais nos processos e não apenas como funcionários contratados.


Integração entre Universidade e ONG no Salão de Extensão da UFRGS (11/10/2017)
Entrevista: Patricia Bohrer fala sobre Arteterapia e Educação Ambiental (11/10/2017)
Pesquisadores propõem inovação para PAN a ser implementado nas Lagoas Costeiras do Sul (02/10/2017)
Infográfico: Dia de Defesa da Fauna
Região do sapinho-admirável terá Avaliação Ecológica Rápida para orientar ações de conservação (15/09/2017)
O que está por trás da criação de uma UC dentro da APA do Banhado Grande (06/09/2017)
Projeto de Conservação dos Butiazais em Quaraí apresenta os primeiros resultados (22/08/2017)
Reta final: PUP do Parque Estadual de Itapeva (10/08/17)
Encontrou uma Curicaca machucada?
Aprovação do Plano de Manejo da RPPN Mata do Professor Baptista (01/08/17)
Inforgáfico: Mata Atlântica (17/07/2017)
Parcerias do Curicaca em apoio à UC para o sapinho-admirável (10/7/2017)
Reunião para efetivar plano de gestão de espécies invasoras (21/06/2017)
Aula no butiazal muda rotina de alunos e professores (30/3/2017)
Reunião com novos fatos e argumentos causa reflexão na Secretária sobre remoção do gestor (14/3/2017)
Carnaval teve também imediata mobilização contrária à remoção política do gestor do Parque de Itapeva (1/3/2017)
Estudos genéticos ajudarão a proteger a população relictual de cervo-do-pantanal no RS (1/2/2017)
Projeto de Conservação de dunas no Litoral Norte do RS tem sua primeira avaliação. (26/12/2016)
Nota à sociedade sobre a “extinção” da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul.

Página 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | ... || Próxima

A+-     A  ?

 
Financiadores

Apoiadores Institucionais




Desenvolvimento PROCEMPA