ONG Parceira do PortoWeb
Portoweb / Portal da Solidariedade / CURICACA / Educação Ambiental e Cultura / Professor / Metodologia

Planejando o fio condutor de cada encontro para aproveitar ao máximo as oportunidades

No planejamento de cada encontro procuramos trabalhar com atividades que desenvolvem diferentes potenciais no grupo. Algumas exploram mais a motivação, outras a concentração, há as que privilegiam a investigação, experimentação ou ainda a reflexão.

Como cada momento tem um significado, é no conjunto complementar das atividades que estaremos explorando os diferentes potenciais dos alunos e do ambiente. Procure seguir uma seqüência evolutiva nos trabalhos que ofereça maiores garantias de uma mudança ou fortalecimento de atitudes. No início as crianças podem ser animadas com alguma(s) brincadeira(s) para tornarem-se curiosas e interessadas. Logo é importante concentrá-las um pouco para garantir a apreensão do que lhes será proporcionado pelo conjunto de experiências que seguem. Por fim, tudo o que foi vivenciado na plenitude dos sentidos precisa ser refletido numa perspectiva da ação possível para cada um de nós. Ao preparar o encontro procure planejar com a devida flexibilidade a seqüência de atividades.

Contamos com a atitude alerta, criativa, reflexiva, sensível, receptiva e provocativa de nossos professores para compartilharmos experiências, tecendo juntos este diálogo que, como a teia de Sherazade, não tem um fim previamente determinado, mas o objetivo de sempre provocar novas ressonâncias em quem por ela seja tocado.

Como o professor-mediador pode participar da ação cultural saberes e fazeres da Mata Atlântica: Restinga de Itapeva?


Percorrendo o percurso expositivo acompanhado ou não dos mediadores, estabelecendo seu recorte de interesse temático;
Percorrendo as trilhas interpretativas acompanhado dos mediadores ambientais, combinando experiências de observação da fauna e flora, de percepção táctil, visual e sensível do ambiente e de conduta consciente com seu grupo de alunos;
Explorando os jogos e brincadeiras sugeridos na ação cultural de criação;
Participando dos encontros de troca de saberes, nos minicursos e vivências oferecidos, conforme a agenda da ação cultural;
Indicando pessoas que mostrem seus saberes e fazeres na ação;
Explorando a complexidade dos temas de forma transdisciplinar propondo suas próprias conexões e desdobrando na sua sala de aula as experiências realizadas.
Divulgando pelo site da ação cultural de criação e pelo informativo do Curicaca os resultados de seu trabalho com os alunos em sala de aula para ampliar as possibilidades da ação cultural.

É muito importante o retorno de suas iniciativas para a ação cultural de forma que seu trablaho não fique isolado, possa se ampliar e gerar novas conexões, fazendo parte dessa rede que vamos tecer juntos.




A+-     A  ?

 
Financiadores

Apoiadores Institucionais




Desenvolvimento PROCEMPA