ONG Parceira do PortoWeb

Av. Praia de Belas

  AVENIDA PRAIA DE BELAS
  Memória/ Avenida Praia de Belas
 Um belo caminho  

  A origem do nome da Avenida Praia de Belas é controvertida. A via de cerca de 2,3 mil metros  e que  batiza o bairro nasceu as margens do  Guaíba. Já no século  XIX, a faixa de terra à beira d água era conhecida como Caminho de Belas.
  Nesta época, ainda uma área dominada por chácaras, mas “descampado cheio de macegas, arbustos e alguns sangões”, nas palavras de Ary Veiga Sanhudo em Porto Alegre – Crônicas de Minha Cidade. A partir dos meados do século, o Caminho começa a se desenvolver, atraindo os porto-alegrenses que construíam suas casas de férias, com acesso à “praia” de água doce.
  O caminho era sedutor, segundo o historiador Sergio Costa Franco. De tanto crescer, foi avançado para cima do Guaíba. A Praia de Belas começa a distanciar das águas a partir de 1955, quando se inicia a aterragem para a construção do Parque Marinho do Brasil. Assim, a avenida perdeu sua característica mais marcante, a de uma praia de água doce.
  O nome foi oficializado em 1961. Atualmente, a Praia de Belas inicia-se em frente ao Pão dos Pobres, na cidade Baixa e segue até a Rua José de Alencar, no Menino Deus.
  Segundo alguns historiadores, o caminho teria sido aberto pelo Conde da Figueira, Governador  da Capitania entre 1818 e 1820, filho da Condessa ou Marquesa de Belas, homenageada com a identificação da estrada. Outros historiadores como Walter Spalding e Sérgio Costa Franco, contestam.
  - Se todos  os topônimos da primeira  Vila e mesmo da Cidade  de Porto Alegre, até 1843, foram nascidos da inspiração popular, nenhum deles denominando autoridades, mas sim referindo moradores da área, é muito estranho que  o título  nobiliárquico da distante genitora do governador da Capitania fosse adotado para denominar um modesto caminho de beira-rio – escreve Costa Franco no livro Porto Alegre – Guia Histórico.
  A versão mais aceita é a de que o nome refere-se a Antônio Rodrigues Belas, comerciante e morador da a região. O primeiro registro do Caminho Novo de Belas data de 28 de agosto de 1824, em uma sessão da Câmara Municipal.
  Esse velho Belas, como era então conhecido, tinha uma boa chácara, quase ao pé do Morro Santa Teresa. Era um grande comerciante da praça de Porto Alegre. Para visita-lo na sua propriedade, erra preciso grandes preparativos de viagem, o que só se realizava em seguro carro de bois ou um bom cavalo – escreve Ary Veiga Sanhudo.

Copilado do Jornal Zero Hora, caderno Centro, publicado em  14/setembro/06



A+-     A  ?
» contatos

Rua Barão do Gravataí 518/205
CEP 90050-330
Porto Alegre - RS

 (51) 9213-1777
 Fale Conosco


Desenvolvimento PROCEMPA