ONG Parceira do PortoWeb

LARGO DA EPATUR/ZUMBI DOS PALMARES, Prefeitura dessiste de transformar Largo em Terminal de ônibus.

Portais terão terminal na área do Beira-Rio
Estação que estava prevista para o Largo Zumbi dos Palmares ficará nas proximidades do estádio
Atenta à possibilidade de Porto Alegre ser sede de jogos da Copa do Mundo de 2014, a prefeitura da Capital está redesenhando o projeto Portais da Cidade. A principal alteração deve ser a transferência do terminal previsto inicialmente para ser construído no Largo Zumbi dos Palmares, na Cidade Baixa, para a região do Estádio Beira-Rio. O local específico não foi definido.

Além de se integrar aos planos para viabilizar a disputa de partidas na Capital, a alteração põe fim à resistência levantada por movimentos afrodescendentes e moradores da Cidade Baixa. Por considerarem o largo um referencial da história dos negros porto-alegrenses, eles se manifestaram contrários ao projeto desde a sua apresentação, em 2006.

Também entendemos que o local homenageia a comunidade afrodescendente. Além disso, a questão da Copa vislumbrou essa nova possibilidade, até porque todo o transbordo da Zona Sul poderá ser feito na região do Beira-Rio – explica o Secretário Municipal de Gestão, Clóvis Magalhães.

Na tentativa de impedir a construção, no ano passado, moradores e líderes de movimentos negros protocolaram um documento com 10 mil assinaturas no Ministério Público.

Ao saber da desistência, o presidente da Associação de Moradores da Cidade Baixa, Marco Antônio de Souza, disse que a prefeitura mostrou bom senso.

 Nossa resistência era legítima. A população flutuante do bairro dobraria. Isso traria impacto gigantesto na vida dos 20 mil moradores – disse.

Para o Instituto Zumbi Vive, a transferência demostra respeito com as origens da comunidade negra da Capital.

– Acho que a definição da prefeitura nem poderia ser diferente, até porque temos planos de reurbanizar aquela área – adianta o coordenador da entidade, Tales Fernando da Rosa.

Recursos
Dos R$ 210 milhões de investimento público, quase metade deve ser viabilizada pelo Banco Internacional de Desenvolvimento (BID)
O restante será contrapartida do município, com possibilidade de financiamento pelo Ministério das Cidades, pela Caixa Econômica Federal
Segundo o Secretário de Gestão, Clóvis Magalhães, caso o BID sinalize de forma favorável nos próximo meses e o governo federal aprove parte do parcelamento, a prefeitura pode lançar o edital de construção da parte pública (corredores de ônibus e túneis) no primeiro semestre
.

Fonte: Jornal Zero  Hora, Porto  Alegre  em dez/2008.  



A+-     A  ?
» contatos

Rua Barão do Gravataí 518/205
CEP 90050-330
Porto Alegre - RS

 (51) 9213-1777
 Fale Conosco


Desenvolvimento PROCEMPA